Notícias


Economia & Finanças Postado em quinta-feira, 01 de novembro de 2018 às 14:22
O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI/RS) voltou a subir em outubro após a queda de 0,8 registrada em setembro. Ao crescer um ponto e se fixar acima dos 50 – chegou a 54,9 –, o índice revela otimismo, mas ainda abaixo do nível anterior ao da greve dos caminhoneiros, em maio, quando esteve em 56,6 pontos. Os empresários entrevistados no levantamento, porém, indicam que as condições pioraram nos últimos seis meses, principalmente as da economia brasileira (42,8 pontos). O resultado do Índice de Condições Atuais (ICA) foi de 47,2, 1,6 ponto inferior entre setembro e outubro. Já o Índice de Condições Atuais das Empresas (ICA-E) caiu de forma mais intensa, 2,3 pontos no período, atingindo 49,7 e passando do campo positivo para o neutro (praticamente sobre a linha dos 50 pontos).

Por sua vez, com 58,7 pontos, 2,2 a mais do que setembro, o Índice de Expectativas (IE) de outubro revela um aumento na confiança dos empresários gaúchos para os próximos seis meses. O subcomponente que mede as expectativas para economia brasileira registrou a maior elevação em relação ao mês anterior, passando de 50,4 para 54,5 pontos. A parcela de empresários otimistas com a economia brasileira foi maior que a de pessimistas: 32,3% ante 13,7%. Mas a maioria, 54%, não espera mudança. Entretanto, o maior otimismo está com o futuro das próprias empresas, que subiu 60 para 61,1 pontos.


Fonte: Fiergs