Notícias


Gestão & Liderança Postado em terça-feira, 09 de julho de 2019 às 10:03
É muito mais fácil permanecer dentro dos limites de onde você se sente confortável do que enfrentar o medo de se aventurar além deles. Mas, limitando-se ao que você já sabe, provavelmente você está perdendo oportunidades profissionais, experiências de vida e crescimento pessoal.

O medo é uma coisa valiosa. Ele mantém as pessoas seguras e incentiva a cautela quando necessário. Mas também é uma coisa limitadora: nem tudo do que você tem medo merece medo ou cautela.

E, às vezes, enfrentar momentos de desconforto é necessário se você deseja alcançar seus objetivos. Quer sair do seu casulo seguro, mas não sabe por onde começar? A parte mais difícil é dar o primeiro passo.

Dê o primeiro passo

Em teoria, tudo o que você precisa fazer é dar o primeiro passo. Poderá ser difícil. O primeiro dia em um lugar novo poderá ser o pior. A linha de abertura da sua história leva mais tempo. Mas, à medida que você ganha impulso, ficará mais fácil de se manter em movimento.

E se você mudar sua perspectiva sobre si mesmo, de alguém que adere ao que é antigo e confortável para alguém que gosta de misturar as coisas, será mais natural e mais fácil sair da sua zona de conforto quando se trata de coisas maiores também. Porque esse hábito faz com que a resistência interior e o medo que o impedem sejam menores.

* Adicione uma faísca ao seu dia e viva.  Isso evita que você fique preso na velha rotina diária. E isso adiciona mais diversão à sua vida.
* Reabastecer sua curiosidade sobre o mundo e a vida. Quando você faz a coisa incomum regularmente, você descobre uma tonelada de coisas novas e excitantes. E isso reabastecerá sua curiosidade sobre o que mais está por aí que você ainda não descobriu.

Obtenha informações

A ansiedade geralmente vem do medo do desconhecido. Normalmente, imaginamos o pior cenário possível do que pode acontecer quando ultrapassamos os limites do que nos faz sentir seguros.

Para romper sua zona de conforto, você precisa primeiro se educar. Seu objetivo aqui é descobrir qual habilidade ou atividade você está buscando. Você vai falar com pessoas que fizeram a mesma coisa. Você vai ler livros sobre o assunto. E você irá conferir artigos na Internet sobre este assunto. Informação é poder. E quanto mais você souber sobre algo, menos assustado e mais poderoso você se sentirá.

Tenha um plano

Depois de se educar, você deverá criar um plano de ação para forçar os limites do que pensa que é possível. Com este passo, você vai escrever um plano passo a passo de como sair da sua zona de conforto. Você começa com a tarefa mais fácil de fazer. Então você cria um plano para chegar a cada nível.

Neste plano você precisa criar uma espécie de benchmark pessoal, ou seja, selecionar referências de pessoas nas quais você possa se inspirar, por exemplo: pense em uma pessoa de sucesso, analise quais as características a tornam bem-sucedida, veja a possibilidade de você reproduzir essas características.

Estes são mini-objetivos que o colocam perto de ultrapassar sua zona de conforto.  Além disso, é importante identificar os principais desafios que você enfrentará e o que fará para superá-los.

Lembre-se: algumas das melhores coisas acontecem quando você está desconfortável

Em momentos de estresse ou desconforto, lembre-se de que algumas das melhores coisas acontecem fora de uma zona de conforto. Essas experiências podem tanto desafiá-lo quanto ajudá-lo a crescer. Comprometa-se a experimentar a situação com o seu melhor esforço e mantenha as expectativas baixas para aliviar a pressão adicional. Pergunte a si mesmo: “Qual é a pior coisa que pode acontecer?” Em seguida, concentre-se em alcançar o resultado oposto.

Parte do segredo de sair da zona de conforto tem a ver com a capacidade de transformar o desconforto em uma experiência de aprendizado. Dessa forma, tire o foco do desconforto de sair de sua zona de conforto perguntando: “O que estou aprendendo sobre mim? O que estou aprendendo sobre as outras pessoas nesta situação? Como posso usar as informações das duas perguntas anteriores em meu profissional? E vidas pessoais?"

Eduque-se para se acostumar com o novo

Faça a si mesmo algumas perguntas: “Qual é o pior que poderia acontecer? Eu poderia sobreviver? Qual é o melhor que poderia acontecer? Será que eu ou outras pessoas se beneficiariam disso? Há desvantagens em permanecer onde estou?” “O que está me segurando?” Essa técnica simples eleva o pensamento. Aqui está uma variação: quais perguntas você faria se estivesse treinando alguém fora de sua zona de conforto?

Familiarize-se com o desconforto. Viver fora da zona de conforto é, por definição, desconfortável. Portanto, o melhor hábito que você pode cultivar em si mesmo é a prática de se familiarizar com o desconforto. Uma ótima maneira de fazer isso é pegar uma coisa a cada dia que te assusta e enfrentá-la. Quando você tem medo, você age. Repita diariamente por um ano. Você ficará surpreso com o que um dia o assustou e agora é comum.

Use um alter ego e experimente novas possibilidades

Artistas, atores e escritores usam alter egos para experimentar facetas de suas personalidades e sair de suas zonas de conforto. Mas qualquer um pode usar a técnica. Quer ficar mais confortável andando em uma sala cheia de gente? Imagine um alter ego que esteja confiante nessa situação. Vista esse alter ego e realmente habite nele. Com o tempo, você ficará mais confortável. Eventualmente, você não precisará do alter ego.

Nós tendemos a pensar que estamos sozinhos em nosso medo do desconhecido. Ao tentar algo novo, peça a um amigo, colega ou mentor de confiança com quem você possa compartilhar suas preocupações. Pergunte-lhes como eles passaram por seu medo de sair de sua zona de conforto. Essa colaboração não só lhe dará um ombro para se apoiar, mas também aprenderá novas formas de assumir riscos.

Visualize claramente o sucesso

Muitas vezes, quando as pessoas são solicitadas a sair de sua zona de conforto, elas pensam em todas as coisas que poderiam dar errado. Em vez disso, feche os olhos e visualize claramente como é um resultado bem-sucedido. Onde está você? Quem está com você? O que você está fazendo? Como é o sucesso? Crie essa imagem poderosa toda vez que você sentir medo ao sair da sua zona de conforto. O pensamento positivo tem um poder imenso. Se você ficar pensando que pode dar errado, não haverá como diminuir a sua insegurança e, consequentemente, o medo. Passar alguns minutos por dia visualizando o sucesso fará com que você fique muito mais disposto a assumir os riscos associados. Isso funciona seja nos negócios, seja na sua vida pessoal. O poder da mente é surpreendente.

Para concluir, se você nunca sai da sua zona de conforto, está sabotando as suas chances de sucesso e de uma vida mais feliz. Não tenha medo de experimentar coisas novas em nenhum aspecto da sua vida. Você vai descobrir que tem muito mais capacidade e coragem do que pensava. E, ao enfrentar cada desafio, você terá pela frente uma vida muito mais excitante e gratificante. Ponha isso em prática! Você não tem nada a perder – e tudo a ganhar. Como dizia Dale Carnegie: “Tente a sua sorte! A vida é feita de oportunidades. O homem que vai mais longe é quase sempre aquele que tem coragem de arriscar.”

Fonte: Dale Carnegie