Notícias


Varejo & Franquias Postado em quarta-feira, 30 de outubro de 2019 às 13:04
Mesmo que o cenário econômico no Brasil ainda esteja desestabilizado, a Black Friday continua sendo considerada uma das datas mais aguardadas, não só pelos consumidores, como também para o varejo. Neste ano a Black Friday será realizada no dia 29 de novembro.

Segundo uma pesquisa divulgada pela plataforma de comércio eletrônico Zoom, 95% das pessoas entrevistadas pretende comprar nessa edição da Black Friday, e cerca de 60% delas afirma querer gastar mais de R$1.000 em compras durante o período.

Para auxiliar as empresas a terem mais sucesso de venda na data, Tomás Duarte, um dos principais especialistas da América Latina em NPS (Net Promoter Score) e CEO da Tracksale, startup que monitora e gerencia indicadores de experiência de clientes em tempo real, separou cinco dicas.

1. Invista em divulgação

Uma das dicas do especialista é investir em divulgação, e mais do que isso: antecipá-las. Para acompanhar a concorrência, uma boa estratégia é falar sobre os descontos semanas antes da data. A expectativa causada no público é uma atitude extremamente positiva e pode gerar ainda mais desejo de compra. “Isso pode ser feito de inúmeras maneiras, nas redes sociais, no site ou blog e até material físico e divulgações off-line. O que importa é deixar o cliente curioso”, explica Duarte.

2. Ter uma equipe bem preparada

Ter uma equipe bem preparada, treinada e pronta para lidar com o público é fundamental. Neste período podem ocorrer adversidades devido ao fluxo de pessoas em sua loja e, como relacionamento é considerado parte importante para a venda, quando feito de uma boa maneira pode, inclusive, aumentar o ticket médio do comprador.

3. Oferecer um “plus”

Quem é que não gosta de ser mimado? Essa época é ótima para fazer isso, além de ser um meio para fidelizar clientes, pode chamar a atenção de novos compradores e aumentar o fluxo da divulgação boca a boca.

“Para e-commerce, uma tática pode ser entregar vouchers para próxima compra ou até, um brinde simples, que vai ficar na memória do cliente. Já as lojas físicas podem usar a criatividade, oferecer um suco, bombom ou uma experiência com produtos”, pontua Duarte.

4. Interagir com o público

Converse com o seu público. Assim como divulgar descontos antecipados, conversar com eles pode gerar mais ansiedade e expectativa. As redes sociais são ótimas para isso, então crie engajamento para a sua marca e aproveite o momento para atrair novos clientes.

5. A Experiência do Cliente

Por último, mas não menos importante: A Experiência do Cliente. Para o especialista, esta é a dica mais valiosa da lista, afinal, buscar estratégias para a experiência do cliente pode fazer o ticket médio aumentar, consolidar uma marca, atrair compradores e é claro, aumentar o número de vendas. Para isso, busque estratégias criativas.

No caso do e-commerce, se preocupe em ter um visual leve e fácil, mostre que o site é um local seguro, invista em divulgação e em um layout que mostre de maneira simples os descontos oferecidos. Já para as lojas físicas, pense no ambiente, dê destaque para produtos estratégicos, ofereça testes com produtos e invista em bom atendimento.

“A chave para dar uma boa experiência para seu cliente é se colocar no lugar dele. O que ele mais quer nesse momento são descontos, mas fazer com que ele se sinta especial, irá fazer com que ele se lembre da sua marca e quem sabe, um potencial fã/promotor. Isso é a chave do sucesso para sair a frente de concorrentes durante a Black Friday”, finaliza.

Fonte: Administradores