Notícias


Varejo & Franquias Postado em quarta-feira, 05 de dezembro de 2018 às 13:55
Para vender, é necessário entender as necessidades e o comportamento dos potenciais clientes de uma marca. Esta máxima já é conhecida. Por isso, entender cada movimento dos consumidores se tornou essencial na estratégia de qualquer varejista.

Uma pesquisa da Hubspot, plataforma de CRM, marketing, vendas e atendimento ao cliente, mostrou como os brasileiros se relacionam com as marcas. Segundo a agência We Are Social, o Brasil é o terceiro país que mais gasta tempo nas redes sociais. Os brasileiros passam, em média, 3 horas e 39 minutos navegando em plataformas como Facebook, Youtube e Instagram.

Interação com as marcas

O levantamento, que ouviu 604 brasileiros, acrescenta números à uma percepção quase unânime: as plataformas da internet não servem apenas para interação social, mas são poderosas ferramentas para decisão de compra. Sete em cada dez (72%) participantes da pesquisa disseram que descobrem novos produtos usando o Google. Logo em seguida estão Facebook (56%) e YouTube (50%). Amigos e família aparecem em quinto lugar (45%).

Quando descobrem algum novo produto, os consumidores confiam mais no Google do que em seus amigos e familiares. Metade disse confiar no buscador, enquanto 46% citaram amigos e familiares como fontes confiáveis para aprender mais sobre eletrodomésticos, móveis, livros.

A maioria das empresas disponibiliza vários canais para que os consumidores aprendam sobre elas. Entre eles estão o e-mail marketing, site corporativo, página nas redes sociais e blogs. A pesquisa mostrou que o formato de conteúdo mais popular usados pelos brasileiros para aprender mais sobre uma empresa é o site corporativo. Logo em seguida aparecem os vídeos e página no Facebook.




Depois de responder sobre as plataformas preferidas, os participantes falaram sobre o tipo de conteúdo mais atraente. A preferência dos consumidores está em conteúdos educacionais, como os tutoriais.




Os brasileiros entendem a importância do atendimento ao cliente durante a decisão de compra. Porém, os consumidores têm a percepção de que as marcas deixam de se preocupar com eles depois de terem comprado algo.




Fonte: Novarejo