Notícias


Varejo & Franquias Postado em terça-feira, 12 de março de 2019 às 20:10
As redes varejistas de moda associadas à Associação Brasileira do Varejo Têxtil (ABVTEX), que representam cerca de 90 marcas, reportaram um bom desempenho em fevereiro em relação ao mesmo mês do ano passado. Dos que responderam à enquete realizada pela entidade, 82% reportaram resultados de vendas melhores, sendo que 18% consideraram o resultado igual ou pior no comparativo.

Mesmo com o aumento das despesas de início de ano, que envolvem o orçamento familiar com IPVA e IPTU, matrícula e material escolar, nota-se que os artigos de vestuário estão na lista de itens necessários dos consumidores. Segundo o IEMI - Inteligência de Mercado, para 2019, a expectativa é de crescimento no varejo de vestuário de 2,6% em peças e 4,2% em valores nominais, em comparação ao ano passado.

A ABVTEX não realiza projeções, mas acredita que o gradativo resgate do nível de confiança do consumidor brasileiro impulsiona o varejo de moda. “O varejo têxtil prevê estabilidade nas vendas no primeiro semestre, diante de igual período de 2018. Mas há pontos de atenção a considerar, como o nível de desemprego ainda elevado, mesmo que em desaceleração, que ainda impacta o poder de compra das famílias. O crescimento depende das reformas a serem efetuadas pelo novo governo e da equalização das questões econômicas e políticas do País”, afirma o diretor-executivo da ABVTEX, Edmundo Lima.

Preview Outono-Inverno

É neste período que as redes de varejo lançam o preview da coleção Outono-Inverno e as principais tendências. A virada de coleção deve acontecer logo após o Carnaval e tem o desafio de atrair clientes em um período de pós-festas e antes do Dia das Mães (a segunda melhor data anual para o varejo de moda).

Esta é uma estação que traz às vitrines produtos de maior valor agregado. “Se a chegada do frio acontecer no momento certo, podemos esperar resultados ainda melhores para o setor próximo das datas importantes, como Dia das Mães e Dia dos Namorados”, analisa Lima.

Fonte: Exclusivo