Notícias


Economia & Finanças Postado em quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021 às 09:47
Confira as Projeções Mensais e Anuais para o Setor de Calçados – Janeiro/2021



A Assintecal, por meio do setor de Inteligência de Mercado, visando contribuir ainda mais com o setor coureiro-calçadista afim de dar subsídios às informações e contribuir estrategicamente na tomada de decisões dos empresários, lançou, no mês passado, o Estudo de Projeções da Indústria Calçadista, tendo como objetivo apresentar as projeções mensais para a produção (pares) e exportação (pares e valor) de calçados e a estimativa setorial anual.

O estudo é divulgado mensalmente e encontra-se disponível na Plataforma de Inteligência, site do By Brasil, Components, Machinery and Chemicals – ação de incentivo às exportações realizada pela Assintecal e pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Em novembro de 2020, o indicador da produção de calçados (em pares) apresentou crescimento de 6,7% na comparação com novembro de 2019. Após uma sequência de quedas contínuas, novembro marcou a maior variação positiva de 2020. Para o mês de dezembro de 2020, a projeção média é de elevação de 1,3%.

As exportações de calçados, quando medidas em valor, tiveram uma queda de 26,2% em dezembro de 2020 em relação ao mesmo mês de 2019. O resultado apresenta uma queda mais acentuada que a observada em novembro. Para janeiro de 2020, tem-se projeção média de -14,0%.

Após o crescimento verificado em novembro, as exportações, em pares, voltaram a cair em dezembro de 2020. No mês, as exportações em pares apresentaram queda de 10,3% em relação a dezembro de 2019. Nas projeções para janeiro de 2021, a banda otimista indica queda de 4,5%, enquanto a pessimista, retração de 7,9%.


- PROJEÇÃO SETORIAL ANUAL 2021:

A tabela abaixo sintetiza as projeções médias anuais para o setor de calçados. A expectativa para 2021 é de recuperação de parte das perdas verificadas pelo setor em 2020. Os cenários otimistas projetam variações positivas de 22,0% na produção e de 24,9% nas exportações de pares de calçados.



Estas e outras informações podem ser encontradas no estudo completo, o qual encontra-se disponível na Plataforma de Inteligência da Assistencal. (Este é um estudo apoiado pelo By Brasil Components, Machinery and Chemicals).


Fonte: Assistencal