Notícias


Estratégia & Marketing Postado em quarta-feira, 05 de dezembro de 2018 às 13:34
Impactar o consumidor onde ele estiver é fundamental, mas nada adiantará se o conteúdo não for bom o bastante para atrair olhares, gerar risadas e até dar bons sustos.

Não é difícil entender porque a mídia Out of Home (OOH) precisa ser altamente impactante. Basta você pensar na quantidade de estímulos que recebemos quando saímos na rua: atravessamos vias, observamos os semáforos, checamos a hora no relógio, cumprimentamos um conhecido, namoramos uma peça na vitrine da loja. E, antes mesmo de nos darmos conta, já fizemos o caminho até o nosso destino sem perceber muitos detalhes por onde passamos.

No meio do caminho ficou a mídia OOH, seja no ponto do ônibus, no outdoor ou nos relógios da cidade. Aquela mídia cheia de boas intenções — e que custou um bom investimento — ficou sem ser notada porque não chamou a atenção do transeunte apressado e concentrado em sua rotina. A verdade é que não basta estar no meio do trajeto do consumidor em potencial. Às vezes não basta nem estar um palmo à frente do nariz dele.

Para despertar a atenção das pessoas, a mídia OOH precisa ser tão criativa e atrativa quanto bem localizada.

Está achando tarefa difícil despertar a atenção do consumidor distraído? Então confira abaixo uma seleção de 10 ações de mídia OOH que não passaram em branco e fizeram o consumidor parar para observá-las por causa de seu grande impacto.

1 – Colégio cria videogame em ponto de ônibus

Se a atual geração de estudantes não tira os olhos dos celulares para enxergar uma ação publicitária que está bem ao lado deles, o jeito é levar um pouco do que eles consomem no celular para o painel do ponto de ônibus. Sim, estamos falando de games! O Colégio pH, localizado no Rio de Janeiro, desenvolveu um jogo para os estudantes testarem seus conhecimentos para o vestibular. O game podia ser acessado no painel de um abrigo de ônibus que ficava próximo a uma unidade do colégio. A ação visava promover o cursinho preparatório para o vestibular oferecido pelo colégio.



2 – Netflix aproveita clima de aeroporto e anuncia série em bandejas do raio-x

Existe um lugar mais improvável para ser impactado por uma mídia OOH do que a fila para o raio-x em um aeroporto? E justamente por ser tão improvável é que se torna tão inesquecível. A Netflix escolheu esse ambiente para promover a segunda temporada da série Narcos, cuja trama se desenvolve em torno do tráfico de drogas e do cartel de Medellín, liderado por Pablo Escobar. Como a série tem um clima de fuga, a inserção de um anúncio em pleno aeroporto foi bastante adequada. A propaganda apareceu dentro das bandejas do raio-x em grandes aeroportos. O anúncio trazia as imagens dos pertences de Pablo Escobar, como se ele tivesse colocado ali para passar pela máquina de raio-x.



3 – Boticário homenageia mães com ação emocionante em elevadores

Os elevadores de diversos edifícios residenciais em São Paulo foram a plataforma escolhida pela Boticário para explorar sua mídia OOH. A empresa promoveu sua marca por meio de uma campanha para presentear as mães com mensagens enviadas por seus filhos. A ação, que era em comemoração do Dia das Mães, funcionava assim: o filho que desejasse enviar uma mensagem para sua mãe devia entrar no site indicado pela Boticário, se cadastrar e enviar a mensagem e uma foto de sua mãe. A homenagem era, então, direcionada para o endereço do condomínio cadastrado e aparecia no display fixado dentro dos elevadores. Não precisa nem dizer o quanto essa mídia foi inesquecível, principalmente para as mamães, que ficaram emocionadas com a homenagem.



4 – Um balão, um bueiro e uma mídia de impacto do filme “It – A Coisa”

Esse case é a prova de que não é necessário gastar rios de dinheiro para fazer uma ação de mídia OOH realmente impactante. A equipe de publicidade do filme “It – A Coisa” mostrou que uma referência bem posicionada no cenário do dia a dia das pessoas pode levar o recado da marca e ainda produzir mídia espontânea. A grande estratégia foi utilizar dois ícones do filme: o balão vermelho e o bueiro. A poucos dias da estreia internacional do filme no cinema, a equipe amarrou balões vermelhos em bueiros de Sydney, na Austrália.

A intervenção ainda era acompanhada pela frase pintada no chão: “It (A Coisa) está mais perto do que você pensa” e a data do lançamento do filme. Quem conhece a trama do longa com certeza se arrepiou ao passar perto desses bueiros e, claro, fez fotos para as redes sociais.



5 – Comediante conversa com público em painel de ponto de ônibus

A Sony levou muito a sério o conceito de interação com os consumidores na hora de divulgar o reality show “Entubados”, em São Paulo. A empresa utilizou um painel de ponto de ônibus, na avenida Paulista, para reproduzir a imagem ao vivo do comediante Danilo Gentili, que era o apresentador do programa. Por meio de câmeras em um estúdio, o comediante via as pessoas que chegavam no ponto, e de frente para uma filmadora que reproduzia sua imagem para o display do painel, ele conversava com o público.

6 – Spotify explora humor em outdoors e ganha atenção do público

Uma campanha divertida do Spotify chamou a atenção de quem passava pelas ruas de algumas grandes cidades de 14 países. A empresa usou outdoors simples e painéis luminosos para contar à população sobre os hábitos musicais inusitados de seus assinantes, durante o ano de 2016. As “confissões” do Spotify trouxeram casos engraçados, como o do usuário que ouviu a música “Sorry”, de Justin Bieber, 42 vezes no Dia dos Namorados. No Brasil uma das frases exibidas nos outdoors foi: “Para as 1,078 pessoas que ouviram a playlist Partiu Praia no dia mais frio do ano: vocês são loucos!”. O humor é uma estratégia antiga, mas infalível para a publicidade e as mídias de OOH podem e devem abusar dela.



7- Walkers constrói uma máquina de vendas acionadas por tweet

A estratégia da amostra grátis é uma antiga aliada de qualquer marca que deseja tornar seu produto conhecido e que queira mimar o consumidor com um presentinho. Nesse case de mídia OOH essa estratégia ganha dimensões muito mais impressionantes: a Walkers transforma um painel de ponto de ônibus em uma máquina de “venda” de batatas, que é aciona por tweets. A ação fez parte da campanha “faça-nos um sabor”, em Londres, e distribuía gratuitamente pacotes de batatas para aqueles usuários que enviasse um tweet para @Walkers_busstop. A propaganda chamou atenção tanto pela tecnologia de acionar a máquina via twitter, quanto pela imagem do ex-jogador de futebol, Gary Lineker, que era transmitida no display, dando a impressão de que ele estava mesmo ali, jogando as batatas para os usuários.

8 – Painel do McDonald’s muda mensagem de acordo com o trânsito

Painel luminoso e dinâmico já não é mais novidade, certo? Mas e se ele mudar a mensagem de acordo com a situação do trânsito? Foi o que o McDonald’s fez no Reino Unido: instalou em ruas movimentadas painéis que exibem uma propaganda comum se o trânsito estiver tranquilo. Mas, se o dia for de engarrafamento, eles exibem uma mensagem de encorajamentos aos motoristas, dizendo que há uma luz no fim do túnel: uma unidade do fast food. A ideia é que, em algum momento, o motorista parado no trânsito lerá a mensagem, se divertirá com a proposta e, por que não, aceitará o conselho de se dirigir até a luz no fim do túnel.

9 – Painel com realidade aumentada promove Pepsi e alguns bons sustos

Se imagine tranquilamente esperando pelo ônibus quando, de repente, um meteoro vem em sua direção. E se fosse um leopardo ou um ataque alienígena? Foi exatamente isso que a Pepsi fez na New Oxford Street, em Londres, por meio de um anúncio extraordinário, utilizando realidade aumentada em um painel de ponto de ônibus. O display fica transparente por um momento, revelando o que há por trás dele na rua. De repente, a tela exibe imagens que se sobrepõem à imagem da rua, como a do meteoro e a do leopardo, dando a impressão que eles estão bem ali ao lado mesmo.

10 – Mídia física ou digital? A Clear Channel optou pelos dois ao mesmo tempo

Já reparou que muitos dos players de tecnologia optam por alguns dos formatos de mídia mais tradicionais? O Spotify, o Facebook, a Apple, o eBay e o Google têm campanhas baseadas em anúncios de mídia Out of Home espalhados pela cidade. Na prática, OOH é “mensagem certa, lugar certo, hora certa” e a Musicbed deu um passo além da maioria: um anúncio colado no outdoor, com uma mensagem para uma pessoa, em um local… do outro lado da rua, em frente ao seu escritório. Essa pessoa, um publicitário bastante influente, notou a mensagem, assim como todo mundo no seu prédio, que logo foi parar nas mídias sociais.

O argumento final da Musicbed era, quase ironicamente, reforçar o poder da publicidade. Sua plataforma de música valoriza os anúncios de publicidade personalizados e, por isso, queria chamar a atenção de publicitários, para enfim, alcançar os anunciantes.

Fonte: Endeavor