Notícias


Estratégia & Marketing Postado em terça-feira, 22 de maio de 2018 às 06:49
As principais Megatendências apresentadas em 2017 estão se consolidando e refletindo no comportamento do consumidor e no mercado. Confira a seguir se o seu negócio se adaptou a nova realidade lendo as principais mudanças que estão ocorrendo.

1. A diversificação do status: o status está migrando do ter para o ser. Busque alternativas para que sua marca oriente ou desafie o consumidor a ser uma pessoa melhor, seja na área física, mental, cognitiva, social ou espiritual.

2. A era pós-demográfica: a crescente democratização dos meios de comunicação oportunizou uma diversidade de discursos sobre quem as pessoas podem ser. Pense em como o seu negócio pode valorizar a liberdade das pessoas, respeitando as escolhas de cada consumidor.

3. Prosumer: O consumidor está participando cada vez mais da concepção, produção e execução dos produtos e serviços. Envolva os clientes na criação de novos projetos e produtos, o resultado será mais genuíno e eles terão o maior orgulho de promover a sua marca por aí.

4. Eu sou único: as pessoas esperam ser tratadas como únicas e isto deve ser incorporado nos produtos e serviços oferecidos a elas. É preciso conhecer o consumidor e abrir espaço para que ele colabore com os seus produtos e serviços, para que ele se sinta especial em meio à massa.

5. Contexto local: a produção e consumo locais voltaram como uma alternativa econômica e ecologicamente mais atrativa. Repense a procedência dos seus produtos valorizando fornecedores locais e promova ações que demonstrem o quanto a sua marca se importa com a cidade e as pessoas que moram nela.

6. Playsumers: tornar os produtos e os processos mais fáceis e divertidos é uma demanda urgente para qualquer negócio. Mais do que vender, agregue momentos de entretenimento ao processo de compra.

7. Negócios do bem: como o seu negócio torna o mundo um lugar melhor? Pode-se pensar que é muito caro, mas o objetivo é oferecer soluções que se encaixam nos processos já existentes do negócio, como resultado você ganha a colaboração e admiração dos consumidores.

8. Conectando pessoas: seja um hub social, promova um nicho cultural e aproxime pessoas com interesses em comum. Aproveite o espaço físico e virtual do seu negócio para engajar as pessoas em um estilo de vida que a sua marca se identifica.

9. Tecnologia relevante: a relevância da tecnologia está intimamente relacionada à qualidade de vida que proporciona às pessoas. Tudo bem se você ainda não usa nenhuma tecnologia em seu negócio, mas quando for investir, tenha certeza que ela realmente vai impactar positivamente a vida das pessoas.

10.Informação conveniente: as marcas devem ser transparentes e entregar apenas informações que realmente interessam ao consumidor, especialmente em momento oportuno. Conteúdo virou um grande ativo. Por isso, ofereça aos seus clientes somente algo que realmente tenha impacto positivo em suas vidas.

Fonte: Couromoda
Varejo & Franquias Postado em terça-feira, 22 de maio de 2018 às 06:48
A fabricante de calçados Arezzo&Co anunciou (à Comissão de Valores Mobiliários) a contratação do americano Wayne Kulkin para a nova posição de diretor de operações internacionais. O principal desafio do executivo será promover o crescimento da operação americana, por meio da ampliação da presença das marcas Schutz e Alexandre Birman, num primeiro momento. O grupo tem outras quatro marcas: Arezzo, Ana Capri, Fiever e a recém-lançada Owme. Quase 10% do faturamento anual de 1,3 bilhão de reais do grupo vem de vendas no exterior.

O desafio é ir além disso, criando um grupo internacional de moda. É um passo que poucas companhias brasileiras de consumo conseguiram dar, com destaque para a fabricante de de jóias H.Stern e para a varejista de moda Osklen.

Kulkin tem 30 anos de experiência no segmento e fez carreira na fabricante americana de calçados e acessórios Stuart Weitzman, adquirida pela nova-iorquina Coach em 2015 por 574 milhões de reais. O executivo deixa a presidência da marca de tênis de luxo StreetTrend, criada por ele há oito meses (setembro de 2017), na qual atuará somente como presidente do conselho. Segundo a Arezzo&Co, o executivo foi escolhido por sua experiência em digital, varejo, lojas de departamentos, e a habilidade de colaboração e criação de parcerias internacionais. Ele vai se reportar para Alexandre Birman, presidente do grupo.

Na quinta-feira 18, o grupo inaugura sua primeira loja Alexandre Birman nos Estados Unidos, na avenida Madison, em Nova York. Até então, a marca vendia somente em lojas multimarcas de luxo (lojas de departamento) do país, como a Bergdorf Goodman – a qual recentemente dedicou durante dez dias uma vitrine exclusiva à marca, inspirada nas florestas brasileiras, em alusão aos dez anos de criação da Alexandre Birman.

Na mesma data o grupo também inaugura, no bairro Soho, a terceira loja da Schutz no país – as outras duas são em Beverly Hills, na California, e em Nova York. Por conta das novas inaugurações, a reunião do conselho de administração deste mês ocorre também na quinta-feira em Nova York, onde mora, inclusive, o presidente do conselho, Alessandro Carlucci (ex-Natura).

A Arezzo&CO reportou o crescimento de 22% no lucro do primeiro trimestre de 2018, se comparado ao mesmo período do ano passado, atingindo 27 milhões de reais. E 11% de aumento da receita no trimestre, chegando a 330 milhões de reais. A companhia anunciou aumento de em todos os seus principais indicadores operacionais desde que foi à bolsa, em 2011. Para continuar o crescimento, ganhar terreno fora do Brasil é uma das prioridades.

Fonte: Couromoda